Imagem - 4 dicas de como criar a comunicação interna de uma clínica

A comunicação interna da clínica médica é indispensável para seu bom funcionamento. É um ambiente que lida com regras claras, mas com pessoas extremamente plurais – tanto no que diz respeito a pacientes quanto funcionários. Em alguns casos, há ainda médicos que transitam entre diversos consultórios. Manter uma boa comunicação entre todos pode ser complexo, mas os resultados são sempre os mais desejados.

Ao pensar em como criar a comunicação interna de uma clínica, é preciso pensar no impacto da mesma, não apenas no sucesso comercial, mas também para a segurança para o paciente e para os próprios funcionários. Saiba como:

Tenha um padrão

Os materiais de comunicação da clínica não podem ter designs, tamanhos e cores diferentes. É comum que as pessoas acumulem papéis e acabem se esquecendo até mesmo de onde eles vieram, e fica bem mais difícil quando não se sabe qual a aparência exata do que você está procurando, certo?

Materiais padronizados serão facilmente identificáveis, diminuindo a confusão entre os colaboradores e, consequentemente, reduzindo erros. Além disso, clínicas tratam de muitos temas confidenciais. Portanto, é mais seguro para toda a equipe, médicos e pacientes, que exista um padrão confiável no qual se possa confirmar a veracidade de todos os documentos.

Incentive conversas entre funcionários

Comunicação interna tem a ver com materiais, mas também tem a ver com o bom e velho “olho-no-olho”. Administradores podem e devem incentivar a conversa entre os funcionários, sim!

Muitos gerentes acreditam que conversas significam apenas “falatório desnecessário” e que isso atrapalha a produtividade da equipe. É claro que existem limites, como não falar por cima do atendimento, por exemplo. Mas o bom relacionamento entre todos os colaboradores os torna muito mais eficazes do que parece. O diálogo geralmente fortalece relações de trabalho, faz com que informações sejam compartilhadas facilmente, evita falhas e deixa os profissionais mais satisfeitos e completos.

Faça uma boa identidade visual

Continuando com nossas estratégias de como criar a comunicação interna de uma clínica, chega a identidade visual. Ela é utilizada para transmitir o perfil de uma empresa para seu público-alvo, mas, ao mesmo tempo, também é necessária para a comunicação dentro da própria empresa.

Lembra o que falamos sobre padrões? Eles só podem existir se uma identidade visual já estiver definida. Além do mais, é ela que criará harmonia entre os mais diversos departamentos, facilitando as interações e passando uma boa imagem para o público. A identidade visual será usada em apresentações, reuniões, mídia impressa e outros meios de divulgação.

Faça uma caixa de sugestões

Por mais empenhado que você esteja em melhorar a comunicação interna, às vezes, não dá para saber todos os problemas. Administradores e gerentes podem estar de olho, mas muitas situações escapam, e apenas os funcionários as conhecem. Por isso, pedir a opinião deles é fundamental.

Uma caixa de sugestões não precisa ser, literalmente, uma caixa. Pode ser um formulário na internet ou outro tipo de mensagens, anônimas ou não. Mas não deixe que isso se torne um novo transtorno! Para que a caixa de sugestões dê certo, a clínica deve estar disposta a responder sempre, e mostrar gratidão pelo engajamento.

Quer saber mais? Confira essas dicas sobre como fazer uma boa comunicação visual da sua empresa!

Granza