Imagem - Como fazer um material gráfico de qualidade?

Fazer um material gráfico de qualidade é essencial para que o seu objetivo com as impressões consiga ser atingido – seja ele o de divulgação de uma ideia, de um produto ou mesmo da sua marca. Imprimir qualidade é o que poderá gerar no seu público identificação e diferenciar o que você produz dos seus concorrentes.

No texto de hoje, separamos alguns pontos fundamentais para o sucesso do seu material gráfico. Confira nossas dicas mais abaixo!

Por que é importante fazer um material gráfico de qualidade?

Antes de mais nada, precisamos falar da importância de fazer um material gráfico de qualidade. Independente de qual o seu objetivo com ele, é essencial que o seu público-alvo consiga visualizar a mensagem de forma positiva. Alguns pontos são relevantes de serem citados:

Um material gráfico de qualidade ajuda a sua marca a ter reconhecimento com o público. Se o seu produto é produzido com cuidado, o seu material deve partir da mesma premissa. Mais ainda, ele deve ser um espelho do que a sua marca propõe.

Quando alguém não conhece uma empresa e seus serviços, o material gráfico aparece como um fator gigantesco de decisão. A intenção de compra só se efetivará se houver confiabilidade – e isso poderá não acontecer com um material de qualidade ruim.

Dicas para conseguir a qualidade máxima do seu material gráfico

Agora que entendemos o motivo de um material ser de alta qualidade, precisamos explicar quais são os cuidados gerais para que isso ocorra. Nem sempre o dono da empresa que pedirá as impressões saberá como deve agir para que haja um bom resultado final. Por isso, anote nossas dicas:

• Sempre peça as artes para uma agência ou um profissional de design

Esse é um ponto importante para fazer um material gráfico de qualidade. Muitas gráficas podem sugerir algum layout pronto ou mesmo um trabalho mais rápido para a impressão, porém, o mais indicado é procurar um profissional que entenda do assunto e saiba captar a ideia geral da sua marca.

Se possível, contrate um pacote com agências de design que possam indicar quem faça a impressão – dessa forma, você poupa o trabalho de pesquisa. Vale a pena também acompanhar de perto o processo e compreender como o profissional chegou na arte final – muitas vezes, há conceitos de marketing envolvidos, como as cores corretas para cada campanha, por exemplo.

• Faça questão de ter sua identidade visual respeitada

Uma empresa precisa ter a sua identidade visual marcada em todos os materiais gráficos, não importa quais sejam eles. Se possível, peça para a agência mostrar diferentes modelos e faça questão de explicar qual é a linha visual da sua marca.

Caso não tenha ainda logotipo e cores definidas, vale a pena pensar em construir sua identidade antes de distribuir panfletos ou fazer um cartão de visita, por exemplo.

O mais comum é que a agência ou o profissional saiba pedir essa informações no momento do briefing, que será quando você irão definir o escopo do projeto em si.

• Procure uma gráfica de qualidade

A impressão dos seus materiais precisa ser feita por uma gráfica profissional, que entenda as necessidades do projeto e possa entregar o melhor resultado final. Existem diversas opções online, onde o cliente consegue enviar os arquivos e recebe em casa os materiais prontos.

Caso você não tenha experiência nesse tipo de pedido, é válido perguntar para a agência responsável pela criação se ela não faz a intermediação – cobrando o custo de impressão no conjunto do projeto. Isso ajuda a diminuir o estresse, já que todos os detalhes são resolvidos de uma única vez.

• Evite colocar fotos em baixa resolução

Se caso você produza seu próprio material, evite ao máximo colocar fotos em baixa resolução. Mesmo que elas não aparentem nenhum problema, quando são impressas podem perder qualidade de forma expressiva. Vale lembrar também que as imagens devem ser livres de direitos autorais – mesmo que sejam poucos impressos, é preciso evitar o plágio ao máximo!

• Faça uma revisão detalhada de todo o material

Ainda em casos de produção própria, é importante ter o dobro de cuidado com erros de português ou de design. Faça uma revisão detalhada antes de enviar o material para a gráfica e não esqueça dos detalhes como a marca de corte e a sangria. Você não vai querer que um letra ou desenho importante seja cortado, certo?

Em gráficas online, por exemplo, não há muito o que fazer em relação aos erros desse tipo. Por isso, é sua responsabilidade observar os detalhes e garantir que tudo saia como esperava.

• Aprovação do material feito pelo designer

O conselho anterior se aplica para quem irá produzir o material com um profissional. Tenha em mente que ele irá enviar todos os arquivos para a gráfica e que a sua aprovação deve ser definitiva antes que isso aconteça. Caso queira mudar algo após a impressão, o custo pode ficar muito elevado e até inviabilizar o seu projeto como um todo.

Em casos de agências de design com muita experiência no mercado, o mais comum é que os profissionais enviem diversas artes para a aprovação, além de contarem com uma revisão completa – tanto da parte escrita quanto do material como um todo.

Essas foram apenas algumas dicas de como fazer um material gráfico de qualidade. Não esqueça: em caso de dúvidas sobre a produção, procure um profissional para te ajudar.

Entre em contato com a Granza e garanta o melhor resultado!

Granza